ANP projeta Brasil entre 5 principais produtores de petróleo do mundo

O diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Décio Oddone, acredita que os seis leilões realizados pelo governo entre 2017 e 2018 começarão a gerar atividades de exploração ao fim de 2019. A expectativa, no entanto, é que o pico de contratações pela indústria se dê “por volta de 2023”. “Os leilões garantiram a retomada da indústria. A atividade vai crescer muito, mas a exploração e produção é uma atividade de longo prazo”, disse, após a 5ª Rodada de Partilha da Produção do Pré-sal, re[...]
Continuar lendo