Sebrae e Petrobrás renovam parceria

Os empresários ligados a cadeia produtiva do petróleo e gás têm o que comemorar. Nessa quinta feira, dia 9 de maio, aconteceu a solenidade de assinatura do Acordo de Resultados do Projeto de Fortalecimento do APL de Petróleo, Gás e Energia de Sergipe – FASE II, desenvolvido pela Petrobrás, Sebrae e parceiros. O ocorreu no Hotel Mercure, às 20h.

O principal objetivo é promover a inserção competitiva e sustentável de micro, pequenas empresas, empreendedores individuais e potenciais empreendedores nas cadeias produtivas de petróleo, gás, energia e fertilizantes, visando à adequação da base de fornecedores e estimulando processos locais de desenvolvimento.

Segundo Emanoel Sobral, diretor do Sebrae, as entidades parceiras, suas unidades e representantes signatários deste acordo assumem o compromisso de apoiar as ações e demais iniciativas necessárias à obtenção dos resultados previstos no projeto e de prover os meios para a sua execução. “Trata-se de um trabalho coletivo, a união de forças em prol de um bem comum, que é o desenvolvimento dos pequenos negócios sergipanos ligados à cadeia produtiva do petróleo e gás, com cada instituição colaborando com sua especialidade”, explica Emanoel Sobral.

Resultados

Os resultados finalísticos esperados até dezembro de 2013 são aumentar em 10% tanto o faturamento bruto das MPEs, como os postos de trabalho gerados pelos pequenos negócios. Já os resultados intermediários são reduzir o número de itens de baixa competitividade do cadastro da Petrobras dentre os indicados pela Unidade Operacional de Sergipe e Alagoas UO-SEAL em até 10%, aumentar o número de empresas participantes do projeto cadastradas na Petrobras em 5% e aumentar o número de empresas participantes do projeto cadastradas na ONIP em 10%. O prazo também é dezembro de 2013.

Parceiros

SEBRAE Nacional; SEBRAE Sergipe; PETROBRAS; Organização Nacional da Indústria do Petróleo – ONIP; Rede PetroGás Sergipe, Associação de Empresas Fornecedoras da Cadeia Produtiva de Petróleo e Energia – PENSE; Secretaria de Estado do Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia de Sergipe; UFS; UNIT; SENAI; SENAC; IEL; FAPTEC/SE; SERGIPETEC; Movimento Competitivo Sergipe; BNB; Banco do Brasil; Caixa Econômica Federal; Rede de Desenvolvimento dos Municípios Petrolíferos de Sergipe, representada pelas Prefeituras Municipais de Carmópolis e de Divina Pastora.

Sergipe produziu em 2012 cerca de 60.000 (boed) barris equivalentes de petróleo por dia. Além das novas descobertas em águas ultra profundas, haverá a expansão da produção em campos maduros, devido à utilização de tecnologias mais modernas de recuperação secundária, como por exemplo, os projetos de ampliação de injeção de água nos campos de Carmópolis, Siririzinho e Riachuelo (em terra) e de Camorim e Dourado (no mar, em águas rasas), devendo incrementar a produção estadual de petróleo em torno de 25 mil barris diários.

Informações de Bruno Leonel, Agência Sebrae de Notícias.

Fotos de  ALFREDO MOREIRA