Chevron pode retomar produção com 20 mil barris por dia em Frade

A petroleira norte-americana Chevron deverá retomar a produção no campo de Frade, na bacia de Campos, no patamar de 20 mil barris ao dia, um volume bem menor do que o bombeamento verificado na época do vazamento de petróleo na região, disse ontem, segunda-feira, a diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP).

A ANP já autorizou a retomada da produção, mas a Chevron, operadora do campo, ainda não recomeçou os trabalhos de produção no local, segundo Magda Chambriard.

Ela afirmou que, assim que retomada, a produção deve ficar bem menor do que os 70 mil barris dia na época do vazamento na bacia de Campos.

“Vai ficar perto de 20 mil porque não pode injetar”, explicou a diretora-geral, durante evento no Rio de Janeiro.

O nível menor se deve ao fato de a petroleira não ter tido ainda autorização para injetar água nos poços de Frade nem para realizar a perfuração de novos poços em áreas mais profundas.

“A Chevron tem autorização de produzir, de furar poços rasos, mas não teve autorização para injetar e poços profundos”, disse Magda a jornalistas, após evento no Rio.

“Não começaram a produzir porque só liberei hoje (segunda-feira) a documentação de segurança operacional da plataforma.”

Fonte: DA REUTERS